Implementar alguma tecnologia para ensino híbrido pode parecer uma decisão pouco indicada para crianças e adolescentes do fundamental, mas o contexto atual mostra que essa preocupação não é totalmente errada. Em 2020, escolas no mundo inteiro se viram obrigadas a encontrar uma solução para manter as atividades mesmo sem poder realizar encontros presenciais como de costume.

Para o ensino superior, praticar a educação à distância não exige tantos desafios. Em que pese as diferentes realidades quanto ao acesso à internet, os adultos, em geral, têm mais autonomia e consciência a respeito de suas obrigações para manter a rotina de estudos. Com as crianças e adolescentes, no entanto, a realidade é diferente.

Especialmente em escolas públicas, educar fora da sala de aula representa um desafio a mais entre tantos outros obstáculos que profissionais de educação precisam enfrentar diariamente. Por isso é tão importante pensar em modelos que permitam que, em situações excepcionais, se possa continuar com as atividades com o mínimo de prejuízos. E é isso que vamos discutir ao longo deste artigo!

Tecnologia para ensino híbrido: modelos existentes

Por motivos culturais, muitas rotinas em uma escola continuam seguindo modelos analógicos. O problema é que o mundo está cada vez mais digital e os próprios alunos demandam novas abordagens para que a escola se torne mais atrativa e interessante. Antes de chegar na sala de aula, porém, implementar uma Secretaria Digital já é um passo muito relevante.

Com ela, é possível organizar os documentos, bem como encaminhar processos que antes exigiam papel, impressora e caneta. Trata-se de uma forma de criar condições para que burocracias como matrícula e rematrícula, marcação de segunda chamada de avaliações e outras atividades possam ser centralizadas em ambiente eletrônico.

Com a estrutura administrativa online, ganha-se em comodidade, eficiência e agilidade. E ainda abre-se espaço para que uma tecnologia para ensino híbrido seja efetivada. É verdade que a parte gerencial pouco tem a ver com o dia a dia de sala de aula, mas a questão principal é permitir que haja uma cultura digital na escola, incluindo todos os envolvidos em práticas conectadas. Além de modernizar os processos, isso significa promover a inclusão digital.

Google for Education: qualidade do ensino mesmo à distância

Para a interação entre professores e alunos, a solução é o Google for Education. Com ela, as escolas públicas têm acesso a uma tecnologia para ensino híbrido de qualidade, permitindo manter ao máximo as características de interação presentes em sala de aula.

A principal delas é o Google Classroom (ou Google Sala de Aula), ferramenta que permite a criação de turmas, o que acaba sendo um espelho online da organização presencial da escola. Assim, professores e direção podem enviar comunicados direcionados, mantendo o contato e o vínculo tão essenciais para a efetividade do ensino.

Por este canal, os professores ainda têm a possibilidade de enviar, receber e avaliar trabalhos, registrando as notas no próprio sistema para que todos ― alunos e professores ― possam acompanhar a evolução dos estudos.

Para complementar o trabalho possibilitado com o Google Classroom, há o Google Meet, utilizado para a exibição das aulas on-line, o Google Drive, que possibilita a criação de uma verdadeira biblioteca colaborativa, entre outras ferramentas que você pode conhecer neste texto em nosso blog.

Planejamento é tudo

Por fim, mas não menos importante, a estruturação de um planejamento para organizar todas as rotinas é um elemento básico. Pais, alunos e professores precisam entender como vai funcionar a dinâmica de aulas híbridas: escalas, lotação das salas, requisitos para os alunos ficarem em casa ou irem para a escola, processos avaliativos e prazos.

Essas informações precisam ser repassadas a todos com clareza e qualquer ajuste tem de ser comunicado com antecedência e organização. Tão importante quanto isso é o cumprimento da dinâmica estabelecida. Se ficar definido que determinado grupo de uma turma deve ir um dia à escola e a outra metade noutro, não é indicado que os estudantes fiquem migrando de um grupo para outro. Manter a ordem é essencial para que tudo funcione bem.

O papel do outsourcing de impressão na nova dinâmica de ensino

Como muitos alunos não têm acesso à internet, o trabalho de planejamento da escola precisa considerar essa realidade. Assim, alunos com menos recursos digitais precisam buscar os conteúdos que são repassados online de forma impressa na escola para não ficarem atrasados nos dias de estudar em casa.

Assim, a contratação de um serviço de outsourcing de impressão pode ser bastante benéfica para a escola pública, já que a empresa que fornece essa solução se responsabiliza por todos os recursos e a manutenção das impressoras, bem como com a disponibilização de equipamentos com tecnologia de ponta, gerando economia para todos os envolvidos e garantindo a qualidade dos materiais impressos.

No blog, nós já explicamos os benefícios do outsourcing de impressão para escolas públicas. Vale a pena conferir o artigo e garantir esse modelo para qualificar o trabalho nas instituições de ensino. É só clicar aqui!

Por que se preocupar com ensino híbrido

Segundo especialistas, a vida deve voltar aos níveis pré-pandemia apenas no fim de 2021, portanto, depois de já ter se concluído um ano letivo inteiro. E mesmo assim, enquanto o mundo inteiro não for vacinado, não se pode ser certeza absoluta a respeito da extinção de qualquer tipo de medida restritiva.

Portanto, pensar em tecnologias para o ensino híbrido significa preparar a escola pública para manter a qualidade da educação mesmo em situações adversas. E mesmo depois do fim da pandemia, é preciso garantir que as instituições de ensino fundamental tenham uma cultura digital, com potencialidade para promover trabalhos de inclusão e de expansão do dinamismo na didática.

Por fim, a implementação de alguma tecnologia para ensino híbrido pode ser útil para auxiliar alunos que, por algum motivo, não podem ir à escola, como diante de atestados médicos, necessidades familiares ou, até mesmo, reforço escolar.

Como preparar a escola para ser mais que presencial

A Almaq oferece uma solução completa para permitir que o ensino híbrido ocorra em escolas públicas com qualidade e tranquilidade. Temos a Secretaria Digital e fornecemos as condições necessárias para implementação do Google for Education. Além disso, temos outsourcing de impressão, que assegura impressões de forma econômica e sem preocupações para os alunos que não têm acesso a recursos digitais.

Para entender melhor como podemos ser úteis neste desafio, entre em contato conosco. Aproveite, ainda, para compartilhar este artigo com seus colegas!