A digitalização de serviços e de legado no setor público tem representado uma grande oportunidade, com atendimentos mais rápidos e seguros. Assim, a transformação digital passou a ser vista como uma necessidade, e não mais como uma opção.

Nos últimos anos, percebemos como as soluções tecnológicas avançaram rapidamente, conduzindo os mais diversos setores na busca por processos mais inteligentes. E são exatamente esses mesmos processos que geram mais economia para os cofres públicos.

Neste artigo, você entenderá mais sobre a digitalização de serviços e legado, percebendo como essa solução é a mais econômica para a administração pública. Boa leitura!

O Governo Digital

A esfera pública sempre foi vista como ultrapassada e burocrática. Porém, nos últimos anos, ela tem-se mostrado o oposto disso. Em pesquisa realizada no início do ano de 2021, a digitalização de serviços públicos gerou uma economia de R$2 bilhões por ano, sendo de um terço para a população. 

Por trás de toda essa economia, ainda há uma questão de segurança que é fundamental. Primeiro que evita que grande parte dos serviços criem filas, com aglomerações desnecessárias, assim como potencializa o sigilo de dados.

Uma gestão com um grande acervo físico dificulta não somente a pesquisa por informações, como também torna a segurança da informação mais difícil de ser aplicada. Isso porque as pessoas podem ter acesso a papeladas, sem contar casos de perdas por desastres, como enchentes ou incêndios.

Qualquer solução tecnológica que se preze, possui uma infraestrutura robusta, com criptografia de ponta a ponta, seguindo todas as legislações vigentes, como é o caso da LGPD. Além disso, possibilita o acesso remoto com possibilidade de inserção de senhas.

A digitalização de legado

Quando falamos em digitalização no setor público, a primeira relação que vem a cabeça são os serviços públicos. Ainda assim, um dos grandes pontos da digitalização com certeza está no legado. Isso porque os arquivos que já existem são tão importantes quanto aqueles que estão por vir. 

O acervo físico demanda uma infraestrutura por parte do setor público, inviabilizando o espaço para outras finalidades, necessitando de segurança e atenção especial para os documentos ali presentes. Os gastos para manter esses espaços com documentos físicos também são altos.

Você pode ler mais sobre o descarte de documentos digitalizados no setor público aqui.

A digitalização de legado entrega uma rotina mais saudável para os colaboradores e servidores públicos, mais segurança documental e ainda deixa o atendimento ao cidadão menos burocrático. Sendo assim, a melhor solução quando o assunto é a transformação digital.

Mudando o futuro público

O caminho para a digitalização já é uma realidade, mas a expectativa é que essa rota continue seguindo dentro do setor público. A pandemia acelerou o processo de digitalização para um governo digital e a presença de soluções completas e seguras foram fundamentais nas tomadas de decisões.

A Almaq, por exemplo, é uma empresa que está à frente, implementando soluções que ajudam no processo de modernização tecnológica de diversas prefeituras. Com uma solução completa de digitalização, englobando:

 

  • Gerenciamento de legado;
  • Espaço de armazenamento de documentos na nuvem;
  • Descarte físico com segurança e transparência;
  • Assinatura eletrônica (usada para acessar, compartilhar e aprovar informações em meio digital);
  • Assinatura digital (substituto legal da assinatura de próprio punho);
  • Extração de dados em documentos com características menos convencionais.

Quer conhecer mais sobre a nossa solução? Converse com um de nossos especialistas, sem compromisso. A sua equipe pode estar a um passo para uma transformação digital completa!

 

Leia também: Digitalização na saúde pública: como a tecnologia tem moldado o setor